23 set

Você sabia que obter uma boa nota no exame de proficiência em inglês aumenta as chances de você estudar em uma universidade no exterior, conquistar uma bolsa de estudos e ainda garantir a entrada no mercado de trabalho no Brasil ou no exterior?

Antes de seguir na leitura, porém, preste atenção nesta informação:

Para mandar ver no certificado de proficiência, você precisará já ter uma bom nível de inglês. Explicamos isso de largada porque os candidatos são desafiados a mostrar seus conhecimentos nas habilidades de fala, escuta, escrita e leitura.

Os principais exames que possibilitam a certificação em inglês hoje são:

  • CAMBRIDGE;
  • TOEFL (Test of English as a Foreign Language);
  • IELTS (International English Language Testing System);
  • TOEIC (Test of English for International Communication).

Vem entender tudo sobre exame de proficiência em inglês e ficar expert no assunto?

Exames de proficiência em inglês: qual escolher?

É bem possível que ao acessar esse post, você já tenha uma ideia de qual teste de proficiência vai fazer, não é mesmo? Se ainda não tem, é importante saber que cada teste tem um objetivo específico.

Há universidades que exigem o TOEFL. Outras não abrem mão do IELTS. Para o mercado de trabalho, as grandes multinacionais solicitam o TOEIC.

Se você ainda está na dúvida sobre qual teste pode ser o mais indicado para o seu objetivo, fique com a gente, pois vamos dar o direcionamento dos quatro principais exames de proficiência.

Cambridge: reconhecido mundialmente

O exame Cambridge English é reconhecido mundialmente e tem como objetivo colocar o candidato em contato com situações da vida real, contribuindo para desenvolver as competências necessárias e se comunicar de forma eficaz.

Elaborado pela Cambridge English Language Assesment – setor da Universidade de Cambridge e uma das maiores equipes dedicadas à pesquisa de idiomas no mundo -, o exame é oferecido em diversas modalidades (diversas mesmo!) Para os estudantes interessados em estudar ou trabalhar lá fora, os mais indicados são:

  • B2 First ou First Certificate in English (FCE)

Certificação prova que o estudante possui as competências linguísticas necessárias para comunicar com confiança em contextos mais exigentes.

  • C1 Advanced ou Certificate of Advanced English (CAE);

Certificação de nível avançado, que demonstra que tem as competências linguísticas procuradas por empresas e universidades.

  • C2 Proficiency (CPE).

Prova que o aluno tem um excepcional domínio do inglês e é capaz de comunicar com a fluência e a precisão de um falante de inglês extremamente competente.

Como fazer a prova?

Quer ter uma ideia de como é a prova da Cambridge e ter uma experiência de um teste internacional? Participe do Simulado da Language! Dias 27 e 28 de setembro, inscrições abertas!

Qual é a validade do Cambridge?

Os exames de Cambridge não possuem validade. No entanto, sabe-se que as competências linguísticas diminuem com o tempo se não forem usadas e mantidas. É justamente por isso que boa parte das instituições exigem você tenha feito o exame em um período de até 2 anos.

Como é a prova?

Todos os exames Cambridge possuem metodologia parecida, dividida, também, em etapas. A duração dos testes varia de 3,5 a 4 horas, com tempo determinado para cada etapa.

Para você ter uma ideia, a prova B2 First ou FCE ocorre da seguinte maneira:

  • Reading – compreensão escrita (1h15);
  • Writing – produção escrita (1 hora e 20 minutos – são duas redações);
  • Listening – compreensão oral (40 minutos);
  • Speaking  – expressão oral (14 minutos)

 

TOEFL: entrada para o meio acadêmico

Um dos exames de proficiência em inglês mais conhecidos do mundo, o TOEFL é requisitado pelo meio acadêmico. Ainda que universidades europeias aceitem uma boa nota no teste, ele é infinitamente mais solicitado por instituições de ensino americanas e canadenses.

Você também pode refazer o teste quantas vezes desejar, mas só precisa cuidar para não aplicar mais que uma vez em um período de 12 dias.

Vale lembrar que o TOEFL é administrado pelo ETS e pode ser realizado via internet em um centro aplicador autorizado.

Qual é a validade  do TOEFL?

A pontuação que você obter no TOEFL será válida por dois anos. Fique ligado, portanto, no período que você vai precisar utilizar esse teste. De nada adianta se esforçar e garantir uma nota boa se o prazo expirar.

Como é a prova?

A prova do TOEFL é composta por quatro etapas (reading, listening, speaking e writing). Você terá quatro horas e meia para executá-la e um intervalo rápido de dez minutos para dar aquela respirada.

Lembre-se que o tempo é contado para cada uma das sessões, então administrá-lo é essencial para obter êxito na prova.

Veja como funciona cada uma dessas etapas

Reading: Você terá que responder entre 36 e 56 perguntas sobre trechos de textos acadêmicos. Interpretação de texto e assimilação do enunciado são fundamentais nesta etapa.

Listening: Após ouvir palestras ou diálogo, você vai responder entre 34 e 51 perguntas sobre os temas debatidos.

Speaking: Você será desafiado a expressar uma opinião sobre algum tópico ou conversar sobre as tarefas feitas nas etapas anteriores.

Writing: Nesta fase, você vai colocar seu poder de argumentação (em inglês, claro) na prática e sustentar uma opinião por escrito. Algumas respostas com base nas tarefas listening e reading também deverão ser redigidas.

IELTS, o “queridinho” da Europa

Outro exame de proficiência em inglês bem conhecido entre os estudantes que desejam se qualificar no exterior é o IELTS. Aceito em até 140 países, o teste é o “queridinho” das universidades europeias.

Também pudera, ele foi criado pela Universidade de Cambridge (Inglaterra) e hoje é administrado pelo Britsh Council.

O respaldo do IELTS é tanto que 10 mil organizações – entre universidades, instituições governamentais e empresas – aceitam a pontuação como pré-requisito.

A nota do IELTS vai de 0 a 9 e a pontuação ideal vai depender da sua universidade – as mais competitivas costumam pedir acima de 7.5. Outras já admitem com 5.5.

Qual é a validade do IELTS?

Não existe uma regra clara sobre a validade do IELTS. Entretanto, há um padrão internacional que recomenda que qualquer teste de proficiência deve ser aceito dentro do período máximo de 2 anos. Este também é o tempo pelo qual seus dados ficam registrado no sistema do Britsh Council.

Como é a prova?

Há duas modalidades de provas do IELTS: o Academic, voltado a interessados em estudar no exterior, e o IELTS General Training, para quem busca oportunidades de estágio e emprego.

A prova IELTS também é composta por quatro etapas (reading, listening, speaking e writing). Você terá até 3 horas para executá-la. Por isso, novamente, lembramos: administre o seu tempo.

Reading: é a etapa que mais vai exigir do candidato, já que são questões mais profundas. Para garantir um bom resultado, o aluno precisa se aplicar à prova já tendo conhecimento de sua estrutura. São três textos e 40 questões para responder. As perguntas estarão distribuídas em diferentes formatos: múltipla escolha, preenchimento de lacuna, etc.

Speaking: Diferente do TOEFL em que a conversa acontece via computador, com mais de um candidato na sala, no IELTS, o candidato faz a prova oral individualmente com um examinador treinado pela Universidade de Cambridge. Esta etapa é dividida em três partes.

No primeiro momento o examinador pergunta sobre o seu cotidiano, depois orienta você a falar sobre determinado assunto e, por fim, acontece uma discussão/debate sobre alguma temática da etapa anterior. Se você não souber alguma resposta específica, não se preocupe e crie. O que será avaliado é a sua capacidade de verbalização!

Listening: Etapa é dividida em 4 áudios (diálogos e monólogos)  que abordam temas do dia a dia e do ambiente de acadêmico. Após escutá-los, você deverá responder 40 questões divididas em formato de múltipla escolha, complete a frase, entre outros.

Writing: O estudante deverá escrever duas redações sobre temas diversos. É importante aqui escrever as ideias de forma coerente e, principalmente, não fugir do tema.

 

TOEIC: foco no mercado de trabalho

Busca expandir sua carreira profissional no mercado internacional? Então o Test of English for International Comunication, o TOIEC é para você!

Elaborado pela mesma instituição responsável pelo TOEFL, a ETS, o exame TOEIC tem como intuito medir a sua proficiência na língua inglesa em situações cotidianas e voltadas para o mercado de trabalho.

Hoje o TOIEC é aceito mundialmente por mais de 14 mil empresas, agências governamentais e programas de ensino de inglês, totalizando até 150 países. Demais, né?

Por ter um nível de exigência similar aos demais testes de proficiência citados neste artigo, a ETS recomenda que o aluno tenha ao menos o nível intermediário de inglês para realizar o exame.

Qual é a validade?

A validade do TOIEC segue o mesmo esquema dos exames IELTS e Cambridge.  Não existe uma regra pré-determinada, mas não é recomendável utilizar a pontuação do exame 2 anos após a realização da prova.

 

Faça o Simulado de teste internacional da Cambridge na Language, vivencie essa experiência e descubra seu nível de conhecimento de inglês a nível mundial!

Leave a Comment