12 abr

Páscoa

Para muitas pessoas a comemoração de um feriadão combinado com deliciosos chocolates. Para outros, um período de reflexão ligado a fatos ou eventos religiosos. A verdade é que a Páscoa possui uma forte tradição cristã, combinada a elementos de comemorações pagãs de culturas muito antigas – É o caso da figura do coelhinho e dos ovos de páscoa.
As datas comemorativas não servem apenas para emendar dias de descanso, mas é muito legal conhecer suas origens históricas. Saiba algumas curiosidades sobre a Páscoa pelo mundo:

Ovos de Chocolate

Na Inglaterra, durante a Idade Média, o rei Eduardo I tinha o hábito de banhar ovos em ouro e oferecer de presente durante a Páscoa a amigos e aliados. No século XVIII, os franceses começaram a fazer ovos de chocolate.

1. Filândia

Na Finlândia, a Páscoa se parece um pouco com o que costumamos ver no Halloween – as crianças saem pelas ruas fantasiadas e pedindo por gostosuras.

2. Austrália

Na Austrália não é o coelhinho que traz os ovos de chocolate. Lá é o Bilby é um marsupial de 30cm a 60cm de comprimento e pesa até 2.5K, com um excelente senso de olfato e capacidade de audição. Essa troca aconteceu porque no país os coelhos são vistos como uma praga –  isso aconteceu porque em 1860 um britânico trouxe da Inglaterra 24 coelhos para  o país, para conseguir praticar seu hobby preferido: caçar coelhos. Como os coelhos são famosos pela sua capacidade de reprodução, esses 24 coelhos em 10 anos se transformaram em uma praga que até hoje não foi controlada pela Austrália. Por isso, eles decidiram trocar o mascote por um animal nativo da austrália e que inclusive corre risco de extinsão.

3. Grécia

Na Grécia, os ovos de chocolate foram trocados por ovos de galinha pintados de vermelho. Segundo a tradicão, o ovo simboliza vida e o vermelho, o sangue de Jesus. Os ovos são distribuídos entre os convidados e um vai encostando no ovo do outro até rachá-lo. Quem for o último a ter o ovo rachado, diz-se, vai ter sorte durante o próximo ano, segundo diz a lenda.

4. Polônia

Na polônia, o dono da casa não pode ajudar a preparar o famoso Pão de Páscoa. Isso porque, segundo a tradição, se ele ajudar, o seu bigode vai ficar cinza (!?) e a massa não dá certo.

5. França

Na França, em Bessières (Haute Garonne) e também em Mazeres (Ariège), desde 1973, na Segunda-feira de Páscoa os cavaleiros da Confraria Mundial da Omelete Gigante de Páscoa confeccionam uma omelete com 15.000 ovos.

6. Guatemala

A Páscoa da Guatemala traz celebrações culturais com trajes tradicionais alegres, com máscaras e carpetes de flores coloridas, sobre os quais as pessoas caminham para chegar na igreja. As ruas das cidades também são cobertas por incenso e seculares rituais na data.

7. Bermudas

Em Bermuda, a Páscoa é alegremente celebrada empinando pipas na sexta-feira para representar a ascensão de Cristo ao céu.

8. Alemanha

 

A Páscoa na Alemanha é um grande evento, tanto para comemorar o feriado quanto a chegada da primavera. Os moradores fazem árvores enfeitadas com ovos de cores vibrantes. Eles fazem furinhos nos ovos para esvaziá-los, e os pintam com cores vibrantes e os enfeitam com papel crepom.

Cultura alemã na cidade de Pomerode em Santa Catarina,  árvore de páscoa é reconhecida como maior do mundo. Osterbaum entrou para o livro dos recordes, com mais de 80 mil cascas. (Os galhos secos representam a dor, crucificação e morte de Cristo. Os ovos, a alegria da vida nova, a ressurreição de Jesus). A tradição cristã cruzou o oceano com os imigrantes alemães. 

9. Escócia

Na Escócia, uma das diversões é brincar com ovos cozidos e coloridos.  Eles rolam os ovos ladeira abaixo e ovo vencedor é o que consegue rolar mais longe sem quebrar.

10. Índia

Na Páscoa, os hindus fazem o festival Holi para relembrar o surgimento do deus Krishna. Nesta época a população dança, toca flautas e faz comidas especiais para receber os amigos. É comum que o dono da casa marque a testa dos convidados com um pó colorido.

 

 

Leave a Comment